quarta-feira, novembro 12

Imagem: Victor Brauner/1963


para você
não vou recitar
nada
nem escrever
nada
não vou dizer
nenhuma só palavra
nenhuma palavra só
nem acompanhada
nada
só vou te beijar
e você sentirá
o gosto da minha poesia
pois todas as palavras
estão na ponta da minha língua...

Jr magal

3 comentários:

acqua disse...

Hummm...
Essa chegou aqui e grudou na minha pele.
Tenha um lindo dia caríssima.

Anônimo disse...

MULHERES

“Mulheres: amai
Para entendê-las”

Vinicius de Morais


Mulheres:
Quem é que haveria de existir sem elas
Inteligentes, maravilhosas, dignas, solícitas – e belas
Portas, porões, sótãos, chaminés e janelas
A alma da ternura da civilização humana femina é
Mulheres
Mães, irmãs, companheiras, amantes, vampiras, filhas
Mesmo quando loucas, musas, tempestades ou ilhas
Ainda nos dão carinho e botam fé na nossa fé
(Com açúcar, canela e feitiço: e lágrimas com café)
Mulheres
Quando nasci já tinha uma no meu encalço
Quando morrer uma luz além do cadafalso
No pacto de morte ou na jura de amor eterno até
Mulheres
Entre desjardins, fronhas, terremotos e colheres
São nuvens líricas, querendo seresta ou forfé
Mesmo quando são luzes pegando no nosso pé
(Por isso alguns homens premiados têm asas)
Mulheres
Rainhas do lar, do tanque, da pia, do berçário
Rainhas do escritório, do palco ou do encantário
Sempre alvissareiras de íntimos festins
Florações artísticas, estrelas de serafins
Almas nuas, espíritos em brasas
......................................................
Mulheres - Amai para entendê-las na constelação
Flores astrais, corpos de seda, de pelica, de algodão
Musas de nossos sonhos - entre teares e pudins
Sonhos de nossa mais pura emoção

-0-

Silas Correa Leite, Itararé-SP, Brasil
E-mail: poesilas@terra.com.br
Site: www.itarare.com.br/silas.htm
Blogues: www.portas-lapsos.zip.net
Ou: www.campodetrigocomcorvos.zip.net

Cynthia Lopes disse...

Liz, a imagem é maravilhosa e o texto genial, da pontinha da orelha! bjss