sábado, novembro 1


Embriaguês

Que pena quando a surpresa já não se faz mais presente.
Quando o inusitado já não nos visita.
Quando a sensação que fica no corpo é como a água.
Insípida. Inodora. Incolor.

Que saudade da magia do vinho.
Do sabor forte, do aroma, do gosto inebriante.
Da nostalgia de estar embriagada.

Andrea Bucci, convidada de Aline, na Semana de Convidados do Blog de 7 Cabeças

2 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Estar embriagada gera saudade[ando assim, saudosa]

lindo final de semana flor
beijos

claudia disse...

hum...pior que depois dá uma ressaca num dá não , rsrs...
bj pra vc