domingo, março 15


[...]

eu que nada sei do universo
admiro o horizonte

ele não me mostra respostas
mas um infinito de possibilidades


Mary

3 comentários:

mié disse...

...se lhe disser que este foi o post mais bonito, mais extenso, mais profundo que li desde já não sei quanto tempo?

não minto!


Bela Fotografia. ...belíssima!

Um abraço

muito terno

acqua disse...

Bom dia carissima, primeiramente grata pelo suspiro que o verso me proporcionou. Segundo, desculpe-me a ausência, mas estive apegada as coisas reais, menos tempo no mundo virtual, mais tempo aos livros e pensamentos.Uma pausa vez ou outra nos renova e nos permite uma gota de reinvenção...
Faz sol nessa manhã!
Beijos daqui

Sergio LdS disse...

Liz, tudo perfeito... Algo parece familiar nesse mar.
Beijo grande.