quinta-feira, setembro 11

Cecília Meireles


Encostei-me a ti, sabendo que eras somente onda.
Sabendo bem que eras nuvem, depus a minha vida em ti.

Como sabia bem tudo isso, e dei-me ao teu destino, frágil,
Fiquei sem poder chorar quando caí.

Epigrama nº8




2 comentários:

claudio boczon disse...

putz, este ilustra bem meu estado atual.

obrigado pela visita lá no porão.

beijo

acqua disse...

Como é bom ler Cecília no final da tarde. Justamente ela que esperava seu filho dormir para então despertar as palavras que reinavam em seus dedos.
Abraços meus