terça-feira, agosto 5




Corlapso


hoje
não choveu estrelas
nem
pétalas de prosa,
hoje
fez-se brisa
onde era brasa
e restou
uma poesia rasa,
hoje
eu esqueci as asas

em casa.


(Múcio Góes, do Blog de 7 cabeças)





2 comentários:

adelaide amorim disse...

Oi, querida!
Fui ver o blog do Múcio, que graça!
Obrigada pelo carinho :)
Beijo.

acqua disse...

Estou me deliciando com suas linhas. Que belo poema. Esquecer as asas em casa e ainda assim sentir o vento. Hummmm... Boa sensação essa.