segunda-feira, agosto 6

Mais uma vez, Adelaide Amorim


na janela

da janela te vejo
e vêm contigo
palavras mudas de neblina

vêm contigo pensamentos
sem o calor da hora
e o sabor esquecido
em algum canto de momento

vêm contigo
impulsos atenuados
e um abraço que ficou
suspenso
depois que todas as ofertas
se aquietaram

deixei tua saudade na janela
e fui tratar da vida



2 comentários:

Só para raros disse...

Descobri o teu blog por acaso, mas não será à toa que o visitarei mais vezes. Parabéns pelas fotos e textos: são excelentes.

beijo,

adelaide amorim disse...

Menina, esstive lá no álbum, as fotos são maravilhas. Você gosta de detalhes arquitetônicos e lugares. Essas coisas engolem a gente, não é não? Guardei algumas imagens, ppte da França, que ainda não tinha. Mas já que você abriu o espaço, de vez em quando vou usar uma daquelas fotos, ok?
Obrigada, e ainda mais pela publicação aqui no blog.
Linko ainda hoje o Fotografias num outro blog mais antigo, o Umbigo do sonho
www.meublog.net/adelaideamorim
Beijo grande.