quarta-feira, abril 23


gravei tua voz no meu tímpano
vez em quando labirinto
faço que sinto, vez em quando minto
vinho tinto, amor rosé
você
vez em quando instinto

(Martha Medeiros)

Um comentário:

Mel disse...

Liz, por onde andei que não conhecia o seu espaço?
:)

Agradeço pelo carinho da tua visita e aqui estou batendo na sua porta, marocando pela janela!

Um beijo.

E adoro Marta Medeiros. Tenho dela o mini Trem-Bala, conheces?

http://casualeblog.wordpress.com