terça-feira, outubro 30

Grandes pormenores

"Enrolou um absorvente num lenço de papel e pôs na bolsa.
Foi ao banco, tirou dinheiro da caixa automática e enrolou em outro lenço de papel antes de guardar. Dez passos depois alguém lhe encostou uma coisa dura na costela e uma voz mandou entregar o dinheiro. Ela nem olhou pra trás: abriu a bolsa e tirou um embrulhinho branco.
O assaltante fugiu e ela entrou num táxi com as pernas tremendo. Só então percebeu que sem querer tinha entregue o pacote certo (para ela) e errado (para ele). Tudo é muito relativo".

Esta postagem foi feita no UMBIGO DOS SONHOS, por Adelaide Amorim que eu achei simplesmente o MÁXIMO!!!! Imaginem a surpresa do larápio...

Um comentário:

adelaide amorim disse...

Liz,há tanto tempo não vinha aqui que ainda não tinha visto o post.
Sabe, essa falta de tempo está me dando vontade de parar um pouco com blogs y otras cositas de internet. Mas a gente se vê. Beijo beijo.