sábado, julho 21





















Tela: Gerâneos

Ernesto Frederico Scheffel


em calendários suspensos
o armário guarda um passado
que já não veste o presente
mas a estação tece a espera
a retomar fios soltos
num bordado paciente

na esfera sem saída que é o mundo
a história recomeça a cada instante
: era outra vez uma vez

(Adelaide Amorim)



Um comentário:

adelaide amorim disse...

Liz, não poderia ter ficado melhor... Obrigadíssima. Grande beijo.