segunda-feira, fevereiro 9

Foto: Tiago Dall'Agnol
As despedidas

Nas despedidas
O mais doloroso é que
- tanto o que fica como o que vai embora -
Poem-se os dois a pensar:
"Meu Deus! quando é que parte o raio deste trem!"




[Mario Quintana; Velório sem defunto, 1990]

2 comentários:

J. Caribé disse...

Mais uma vez, o maravilhoso Mario!

J.F. de Souza disse...

Quintana, sempre Quintana! =)

Pode até doer
mas que, logo depois,
eu já morra

Se eu sobreviver
que não mais doa